Artigos

Câncer de boca

cancer_de_palato
Escrito por Dra Deise Bastos

Quais são os sinais e sintomas do câncer de boca e garganta?

  1. Ferida na boca sem cicatrização (sintoma mais comum)
  2. Dor na boca que não passa (também muito comum, mas em fases mais tardias)
  3. Nódulo persistente ou espessamento na bochecha
  4. Área avermelhada ou esbranquiçada nas gengivas, língua, amídala ou revestimento da boca
  5. Irritação, dor na garganta ou sensação de que alguma coisa está presa ou entalada na garganta
  6. Dificuldade ou dor para mastigar ou engolir
  7. Dificuldade ou dor para mover a mandíbula ou a língua
  8. Inchaço da mandíbula que faz com que a dentadura ou prótese perca o encaixe ou incomode
  9. Dentes que ficam frouxos ou moles na gengiva ou dor em torno dos dentes ou mandíbula
  10. Mudanças persistentes na voz ou respiração ruidosa
  11. Caroços no pescoço
  12. Perda de peso
  13. Mau hálito persistente

O que é Câncer de boca?

Câncer de boca

São tumores malignos que acometem a boca e parte da garganta. Pode se desenvolver nos lábios, língua, céu da boca, gengiva, amígdala e glândulas salivares.
Causas
O fumo e o álcool são os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer da boca. Pessoas que fumam e consomem bebidas alcoólicas excessivamente têm maior risco de desenvolver o câncer de boca. O risco aumenta quanto maior for o número de cigarros e de doses de bebidas consumidos.

Fatores de risco

Alguns dos principais fatores de risco são a falta de higiene bucal e a alimentação pobre em vitaminas e minerais, principalmente em vitamina C. A exposição excessiva ao sol também aumenta o risco de desenvolvimento do câncer do lábio.
Perguntas frequentes

Onde pode ser realizado o exame da boca?

Profissionais de saúde treinados dos Centros de Especialidades Odontológicas, CEO, e de postos ou centros de saúde podem realizar o exame.

O autoexame previne a doença?

O autoexame da boca é uma técnica simples que a própria pessoa faz para conhecer a estrutura normal da boca e, assim, identificar possíveis anormalidades, como mudanças na aparência dos lábios e da parte interna da boca, endurecimentos, caroços, feridas e inchações. Entretanto, esse exame não substitui o exame clínico realizado por profissional de saúde treinado. Para a realização do autoexame são necessários um espelho e um ambiente bem iluminado. Mesmo que não encontre nenhuma alteração, é importante a consulta regular ao dentista para exame clínico da boca.

Sintomas de Câncer de boca

O câncer de boca pode se manifestar sob a forma de feridas na boca ou no lábio que não cicatrizam, caroços, inchaços, áreas de dormência, sangramentos sem causa conhecida, dor na garganta que não melhora e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na parte interna da boca ou do lábio. Nas fases mais evoluídas, o câncer de boca provoca mau hálito, dificuldade em falar e engolir, caroço no pescoço e perda de peso.

Diagnóstico de Câncer de boca

O exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de se transformarem em câncer. Pessoas com mais de 40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas e ter sua boca examinada por profissional de saúde (dentista ou médico) pelo menos uma vez ao ano.

Prevenção

Como diminuir o risco de câncer de boca?

• Evite ou reduza o consumo de fumo e de álcool
• Mantenha uma boa higiene bucal
• Faça uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes
• Visite o dentista regularmente e converse com o seu médico e informe-se sobre o exame clínico da boca.

Fonte: http://periodontista-natal.com.br/c%C3%A2ncer-de-boca.php

Sobre a autora

Dra Deise Bastos

Graduada desde 2001, trabalha com dedicação e amor, prezando pela qualidade e bom atendimento a todos seus pacientes.

Comente



*